Preaload Image
Anterior

FA>AP: Dirigentes Intermédios – 3ª edição

User Avatar
Banner site_FAAP Dirigentes Intermédios 2024

Data

03 de junho de 2024 a 17 de março de 2025.


Coordenação

 

Miguel Rodrigues

 

 


 

Fundamentação

O Decreto-Lei n.º 19/2021, de 15 de março procedeu à alteração do modelo de ensino e formação no seio da Administração Pública. A formação profissional específica obrigatória para dirigentes da Administração Pública é assegurada através dos cursos de dirigentes previstos pela Portaria 103/2023 de 12 de abril.

A execução destes cursos é assegurada pelo Consórcio Formação Avançada para a Administração Pública (Consórcio FA>AP), nos termos da Portaria n.º 669/2022, de 7 de setembro, que tem por missão ministrar as formações destinadas a cargos dirigentes superiores e intermédios.

 

Objetivos FA>AP: Dirigentes Intermédios

Formação em Alta Direção em Administração Pública para o exercício de funções de direção intermédia. O programa abrange áreas da Administração Pública desde a componente normativa, à valorização do interesse público, incluindo ainda os desafios para a gestão pública, a monitorização e avaliação das políticas públicas, a avaliação de desempenho, a gestão de projetos e gestão de recursos, a governação digital, a vertentes financeira e contabilística da Administração Pública, as compras e contratos públicos e, finalmente, as redes e trabalho coletivo.

Este programa atribui um total de 36 ECTS.

Avaliação

A avaliação constará da realização vários exercícios propostos em cada Unidade Curricular e de um trabalho individual ou de grupo.

Destinatários

Titulares de cargos de direção intermédia da Administração Pública Central.

 

Condições de acesso e de ingresso no Curso:

O número máximo de participantes é de 25, sendo que só funcionará com o mínimo de 8.
3 vagas adicionais para Pessoal Técnico Administrativo e de Gestão da UMinho que cumpram os critérios.

Os participantes serão selecionados por ordem de entrada da respetiva candidatura.
Titulares de cargos de direção intermedia da administração pública central e equiparados e devem ser:

a) Titulares do grau de licenciado ou equivalente legal; ou
b) Titulares de um grau académico superior estrangeiro, conferido na sequência de um 1º Ciclo de estudos organizado de acordo com os princípios de Bolonha; ou
c) Titulares de um grau académico superior estrangeiro, que seja reconhecido como satisfazendo os objetivos do grau de licenciado pelo Conselho Científico da Escola de Economia e Gestão da Universidade do Minho; ou
d) Excecionalmente, em casos devidamente justificados, detentores de um currículo escolar, científico ou profissional, que seja reconhecido como atestando capacidade para realização
deste ciclo de estudos pelo Conselho Científico da Escola de Economia e Gestão da Universidade do Minho.

CANDIDATURA

2 e 19 de maio de 2024 – encerradas

Documentos a apresentar:

  • Curriculum vitae detalhado
  • Certificado de habilitações
  • Prova de que é titular de cargo de direção intermédia na Administração Pública Central.
A seriação dos candidatos será feita pela ordem de entrada das candidaturas e com base na análise dos documentos apresentados.

 

Taxa de Frequência

€1.750,00*

Extras*

  • €26,00 – Taxa de inscrição em ciclos de estudos, formações e cursos não conferentes de grau (inclui o seguro escolar obrigatório – 2,50€)

(Todas estas condições não são vinculativas e estão sujeitas a alterações)

(*) Este programa de formação está integrado na oferta da Aliança de Pós-Graduação da Universidade do Minho (Programa de Recuperação e Resiliência) estando prevista a atribuição de bolsas de mérito pecuniárias após a conclusão do curso.

Os alunos deste curso são elegíveis para o Programa de Bolsas de Estudo da Aliança de Pós-Graduação da UMinho. Saiba mais aqui.

 

Calendarização

148 horas de contacto (regime híbrido)

Descarregue aqui o cronograma.

Detalhes do Curso

  • Sessões de Formação 6
  • Avaliações 0
  • Duração 148 horas
  • Habilitações Intermediate
  • Língua Português
  • Critérios de avaliação Sim