Preaload Image

MERCADOS DE ARTE CONTEMPORÂNEA: Gestão, Conceitos e Protagonistas | 1ª Edição

User Avatar
(0 avaliação)
1.120,00€
Banner Fev.2020

Data

03 de fevereiro a 23 de março de 2020


Introdução

Nascida de uma parceria entre a UMinhoExec e a zet gallery (powered by dst group), o programa executivo MERCADOS de ARTE CONTEMPORÂNEA: Gestão, Conceitos e Protagonistas visa colmatar, regionalmente, uma lacuna na especialização académica vocacionada para o campo concreto da produção artística contemporânea, nas denominadas disciplinas das artes plásticas e visuais, que cruze, simultaneamente, as áreas da gestão e as de apreensão de conceitos no campo da estética e da teoria da arte.

O plano curricular deste programa merecerá uma aproximação histórica ao tema que, necessariamente, tem enquadramento a partir da década de 1950 e uma dimensão analítica que permita compreender quem são e quais as funções dos agentes, no entendimento do mercado enquanto rede de comunicação e interdependência, partindo para um modelo que funcione em si mesmo como o do estabelecimento de uma rede que permita aos participantes contactarem com alguns dos mais relevantes agentes do mercado de arte contemporânea nacional da atualidade. Neste sentido, o corpo de 14 sessões, cada uma delas de 4 horas, itinera entre a presença de um convidado, especialista numa das áreas e as sessões ministradas por Helena Mendes Pereira em que se estabelecem as pontes entre os vários temas trazidos pelos convidados e se dá corpo narrativo ao programa proposto. É dado espacial destaque às questões relacionadas com a comunicação e marketing, com duas sessões (8 horas) ministrada por Catarina Martins, Head Of Communications da zet gallery, no reforço de esta ser uma parceria entre as duas entidades: a zet gallery e a UminhoExec.

A mais-valia e aspeto diferenciador deste programa é, precisamente, a de procurar promover o contacto dos participantes com diferentes agentes do mercado de arte contemporânea, procurando o estabelecimento de (novas) redes de contacto e de trabalho, potenciadores de (novos) projetos e desafios para todos os intervenientes, partindo de uma lógica de aquisição de conhecimento através da partilha. Numa perspetiva multi e interdisciplinar, simultaneamente teórica e prática, a presente pós-graduação procura demarcar-se de outras propostas análogas no tema, implementando um modelo de seminário em permanência com diferentes protagonistas.

 

Principais objetivos

    • Abordar a História evolutiva do mercado de arte contemporânea, em contexto nacional e internacional, a partir de 1950.
    • Refletir sobre conceitos relacionados com a crítica e teoria da arte, procurando a apreensão de conceitos e de vocabulário fundamental para a leitura da produção artística e cultural contemporânea.
    • Dar a conhecer alguns dos mais relevantes artistas, estilos e tendências que marcaram e marcam o mercado a partir de 1950.
    • Explorar temas como os da gestão de projetos culturais e artísticos aplicados a diferentes contextos institucionais e territoriais.
    • Compreender as dinâmicas de funcionamento do mercado de arte contemporânea em Portugal e em alguns contextos internacionais;
    • Identificar os principais agentes, instituições e eventos do mercado (o Artista, a Galeria, o Marchand, o Crítico, o Museu, o Curador, o Colecionador, o Mecenas, a Feira, a Bienal, o Leilão, o Avaliador, etc.), quais os contextos de aparecimento e as suas funções no contexto atual.
    • Promover uma aproximação às técnicas de comunicação e marketing mais adequadas ao contexto atual, com enfoque no marketing digital.
    • Fornecer noções do enquadramento legal e jurídico de mercado de arte contemporâneo através do contacto com especialistas da área do Direito;
    • Analisar práticas e modelos de colecionismo em contexto nacional e internacional através de exemplos concretos;
    • Compreender o papel do Estado e do setor privado no apoio à produção artística contemporânea identificando fontes de financiamento, compreendendo a Lei do Mecenado e desenvolvimento estratégias de angariação de patrocínios e fundos de investimento;
    • Estabelecer, a partir da frequência deste programa de pós-graduação, uma rede de contactos entre profissionais e agentes de vários contextos e áreas de especialidade.

 

Destinatários

Profissionais que desenvolvam atividade no campo alargado da produção artística contemporânea, provenientes de todos os contextos institucionais elencados.

Recém-licenciados que pretendam vir a desempenhar funções no mercado de arte contemporânea, quer provenientes as Artes, das Letras e Humanidades, da Gestão ou outras.

Propina

€ 1.120,00 > € 895,00*

* Early Bird >> até 17 de janeiro de 2020

 

Horário

Regime pós-laboral: segundas e quartas-feiras das 19h00 às 23h00*

Descarregue aqui a calendarização.

*o planeamento pode/ deve ser ajustado com base no perfil e/ou das necessidades de formação dos formandos.
A UMinhoExec reserva-se ao direito de não iniciar a formação nas datas previstas, caso não exista um mínimo de 10 formandos.

 

Local da formação

 

 

Detalhes do Curso

  • Sessões de Formação 9
  • Avaliações 0
  • Duração 56 horas
  • Língua Português
  • Formandos 0
  • Critérios de avaliação Sim
Curadora e investigadora em práticas artísticas e culturais contemporâneas. Amiúde, aventura-se pela dramaturgia e colabora, como produtora, em projetos ligados à música e ao teatro, onde tem muitas das suas raízes profissionais. É licenciada em História da Arte (FLUP); frequentou a especialização em Museologia (FLUP), a pós-graduação em Gestão das Artes (UCP); é mestre em Comunicação, Arte e Cultura (ICS-UMinho) e doutoranda em Ciências da Comunicação, com uma tese sobre Mercado da Arte no pós 25 de Abril de 1974. Atualmente, é chief curator da zet gallery (Braga) e integra a equipa da Fundação Bienal de Arte de Cerveira como curadora e no apoio à coordenação artística, tendo sido com esta entidade que iniciou o seu percurso profissional no verão de 2007. No âmbito da educação e mediação cultural orienta, regularmente, visitas a exposições e museus de Arte Contemporânea, tendo já lecionado o tema em várias instituições de ensino. Integra, no ano letivo de 2018/2019 o corpo docente da Universidade do Minho como assistente convidada. É formadora sénior e consultora nas áreas da gestão e programação cultural. Publica regularmente em jornais e revistas da especialidade, tais como o quinzenário As Artes entre as Letras, nas revistas RUA e UMBIGO. Tem publicados catálogos e outros resultados de investigações mais profundas sobre artistas e contextos de curadoria.
Coordenadora executiva da Pós-graduação Mercado da Arte e Colecionismo na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, com a primeira edição em 2016. Coordenadora do TIAMSA subcommittee Art Market and Collecting: Portugal, Spain and Brazil. Investigadora contratada no Instituto de História da Arte da NOVA FCSH. Membro integrado no grupo de investigação Museum Studies: Art, Museums and Collections. Doutoramento em Museologia e Património Cultural (2012) sobre colecionismo privado de arte moderna e contemporânea em Portugal, pela Universidade de Coimbra. Vice-Presidente da Associação ‘Os Amigos do Museu do Chiado’ e responsável pelo Ciclo Colecionar Arte. Conversas a partir de coleções particulares que teve início em 2013. Mestrado em Museologia e Património Cultural (2005), e licenciatura em História, variante História da Arte (1998) na mesma Universidade. Participa em conferências e colóquios, em Portugal e no estrangeiro, e publica artigos da especialidade.
Head of communication da zet gallery, plataforma de divulgação e comercialização de arte contemporânea, após três anos na equipa de comunicação do dstgroup. É formadora da UFCD: Comunicação Visual (50 horas) pela entidade Castelform. Iniciou o percurso profissional no Porto Canal, na área de Produção de Informação, tendo sido, posteriormente, assistente de comunicação e produção do Festival Internacional de Fotografia Encontros da Imagem. Licenciada em Ciências da Comunicação - especialização em Jornalismo e Informação pelo Instituto de Ciências Sociais da Universidade do Minho (ICS/UM), frequentou o Programa de Intercâmbio Erasmus na Universidade Autónoma de Barcelona (UAB). É Mestre em Comunicação Audiovisual - Fotografia Documental pela Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo do Instituto Politécnico do Porto (ESMAE/IPP) e pós-graduada em Marketing Digital e E-Business, pela UMinho Exec (Universidade do Minho) e pela Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE). Frequentou várias formações de especialização, entre as quais o Curso Básico de Fotografia pela Escola Internacional de Fotografia GrisArt (Barcelona), a Ação de Formação “Conservação e Restauro de Álbuns de Fotografia” pela Luís Pavão, Lda. no Centro Português de Fotografia, no Porto; a formação Regulamento Geral de Proteção de Dados na sede do dstgroup e o workshop da Antiframe, lecionado por Cláudia Camacho: Planificação e Organização de Exposições: o Papel do Curador. Após experiências de voluntariado em Braga, área de residência, foi voluntária durante dois meses em 2010, na Organização Não Governamental Casa Masana, em Moçambique, projeto de voluntariado, apoio e formação a crianças sem-abrigo de Maputo.
Licenciada em História (FLUP), pós graduada em Ciências da Educação (Universidade Aberta), em Dinâmicas Culturais (FLUP), e mestre em História da Arte em Portugal (FLUP). Em Março 2019 vai concluir o doutoramento em Estudos do Património – ramo História da Arte (FLUP), com uma tese sobre “A Representação das Mulheres nas práticas discursivas e institucionais da Arte em Portugal pós década de 60”. Do seu percurso profissional destaca-se a docência durante uma década e quinze anos de direcção da galeria de arte contemporânea Minimal, no Porto. Na direção da galeria (1993-2008), assumiu funções de gestão, coordenação, programação de exposições, curadoria, organização, e participação em feiras de forma sistemática, anualmente na Arte Lisboa, e em várias edições da ARCO Madrid. Leciona cursos sobre Temas de História da Arte Moderna Contemporânea e sobre questões ligadas ao Mundo Artístico Contemporâneo, de forma sistemática na Faculdade de Letras da Universidade do Porto, e pontualmente noutras instituições (Universidade Católica, Instituto Cultural D. António Ferreira Gomes, Palácio das Artes, FJ,). Tem realizado ao longo deste tempo conferências em museus e instituições culturais (museu Nacional de Arte Contemporânea, fundação Cupertino de Miranda), e de ensino (Faculdade de Medicina Dentária do Porto, Escola Superior de Educação do Porto, FLUP, etc), publicado artigos e entrevistas em revistas, jornais, bibliotecas digitais (FLUP), sobre Colecionismo, Mercado da Arte, e História da Arte Moderna e Contemporânea. Publicou o livro “Colecionismo e Mercado de Arte em Portugal – O Território e o Mapa”, na editora Afrontamento, em Dezembro de 2013, e uma segunda edição em Maio de 2016.
Empresário de Braga, administrador e presidente do conselho de administração de diversas empresas do grupo dst, bem como de outras empresas, ligadas às áreas de engenharia&construção, ambiente, energias renováveis, telecomunicações, real estate e ventures. Orador e moderador convidado em diversas conferências ligadas aos temas do ambiente, das telecomunicações, das energias renováveis e responsabilidade social e cultural.
É, desde 2008, diretor artístico do Centro de Arte Contemporânea Graça Morais, em Bragança, e, simultaneamente, desde 2013, do Centro de Fotografia Georges Dussaud. Licenciado em Humanidades, Pós-graduado e Mestre em Arte Contemporânea. Comissariou inúmeras exposições de artistas portugueses e estrangeiros e de importantes coleções públicas e privadas. Tem colaborado com instituições como a Fundação Calouste Gulbenkian, a Culturgest, o Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado ou o Museo de Arte Contemporâneo de Castilla y Leon. Foi júri em diversos projetos nacionais e internacionais. Assinou inúmeros textos de curadoria, publicados em livros e catálogos e tem apresentado comunicações em diversos colóquios e conferências na área da Arte Contemporânea.
Fundador/director da Galeria Nuno Centeno (Nascido em 1979, Porto - Portugal). Nuno Centeno é filho do reconhecido artista Sobral Centeno e integra o comité de seleção das galerias para a feira ARCO Lisboa, também é conselheiro Municipal da Cultura da Câmara do Porto. Paralelamente à galeria, Nuno é fundador/director do Artist Book Gallery (galeria especializada em livros de artista como obra única); Co-fundador/director do The Spot (Sculpture Park and Outdoor Tendencies), uma galeria outdoor. Em 2016 com menos de 10 anos de carreira Nuno Centeno foi nomeado pelo Artnet como um dos 10 galeristas mais respeitados da Europa e em 2018 vence o prémio do melhor stand da feira intermacional Frieze em Nova Iorque onde os juris desdrevem a sua apresentação como “bold” e “showcasing the work of artists with an interesting dialogue”, “resulting in a poised freshness”. Em 2018 é distinguido para a lista do Apollo 40 under 40 da Apollo International Art Magazine cujo o objectivo é celebrar a próxima geração de inovadores inspiradores e lideres, sejam eles artistas, curadores, colecionadores ou empreendedores do mundo da arte. Ao longo dos anos Nuno Centeno tem participado nas mais importantes feiras e eventos internacionais, como Frieze Londres & Nova Iorque / Independent Bruxelas & Nova Iorque / Miami Art Basel / ARCO Madrid & Lisboa / Artissima / Arte Bruxelas / Zona Maco Mexico / Liste Basel / CONDO Londres & CONDO São Paulo.
Licenciado em Direito pela Universidade do Minho, Mestre em Direito Judiciário pela Universidade do Minho, Doutorando na Escola de Direito da Universidade do Minho. Áreas de interesse: Direito das contraordenações, Direito tributário, Direito constitucional.
1.120,00€