Preaload Image

Marketing Territorial para as Entidades Públicas | 1ª Edição

User Avatar
Gratuito
Marketing Territorial para as Entidades Públicas
Gratuito

Data

Brevemente


Introdução

No terceiro milénio, a competição pela riqueza ocorre à escala global, principalmente como resultado do desenvolvimento das tecnologias de comunicação e da informação. Isso é verdade quer para a captação do investimento estrangeiro, competências e recursos humanos qualificados, quer na captação dos fluxos turísticos.

Portanto as cidades devem,

Oferecer condições de competitividade (baixos custos de contexto, infra-estruturas e competências e recursos humanos qualificados);
Implementar uma política de marketing territorial integrada e sistemática, nomeadamente com a construção de marcas de cidade “city branding”, como instrumentos de desenvolvimento económico e de coesão social;
Definir o seu posicionamento no mercado dos destinos turísticos;
Os benefícios causados pela transferência da imagem da cidade aos produtos aí fabricados também devem ser equacionados;
O estudo e a discussão destes problemas justificam a criação de uma pós-graduação em marketing público.

Destinatários

  • Gestores da Administração Pública (nomeadamente aos responsáveis pelas políticas públicas nas autarquias envolvidos nas promoções das regiões);
  • Decisores e técnicos de empresas municipais e agências de desenvolvimento local;
  • Titulares de órgãos de direcção e planeamento das Associações Comerciais e Industriais;
  • Quadros de Instituições públicas e privadas nas áreas do turismo e do desenvolvimento regional, quadros das Fundações e Associações de carácter sócio-cultural;
  • Operadores turísticos, TER, agências de viagens e das empresas com produtos de denominação de origem;
  • Profissionais da hotelaria e restauração;
  • Outros licenciados interessados por esta área do conhecimento.

 

Principais objetivos

Este curso pretende qualificar os participantes dotando-os conhecimentos teóricos e ferramentas práticas para a concepção e gestão de marcas de cidade, nomeadamente:

  • Conceber e implementar planos estratégicos de marketing territorial e de construção de marcas;
  • Definição de estratégias de comunicação de marketing integrado, planos de meios, briefings, execução e produção das campanhas de publicidade;
  • Promoção turística: gestão de patrocínios, organização de eventos, feiras e workshops, programa de turismo cultural;
  • Gestão dos canais de informação turística, definição de roteiros e experiências inovadoras memoráveis.

Metodologias de Ensino

O Método de ensino será baseado numa abordagem aos conteúdos pedagogicamente adaptada aos participantes, com recurso frequente à partilha de exemplos de aplicação prática e estudos de casos, procurando a informação relevante e actualizada.No final de cada ciclo serão organizados seminários em que participarão diversos especialistas nas diferentes áreas com notória reputação e curriculum.

Avaliação

No final do curso, os participantes interessados na obtenção de um certificado de “frequência com aproveitamento” deverão submeter-se às provas de avaliação de conhecimentos adquiridos exigidos pelos formadores responsáveis pelas disciplinas nucleares (carga horária superior a 10 horas).
Aos participantes que não se submetam a este exame ou que, submetendo-se-lhe, não obtenham aprovação, e que, em qualquer caso, tenham uma frequência mínima de 80%, será emitido um certificado de “frequência”.

Condições de acesso

A admissão dos candidatos à frequência do curso será decidida por uma Comissão constituída por:

  • Professor responsável pela Coordenação Científica do Curso.

São aceites os candidatos comprovadamente licenciados por Universidades portuguesas, em diferentes especializações ou com grau equivalente obtido em Universidades estrangeiras e quadro superiores não licenciados.

A selecção dos candidatos será realizada em obediência ao seguinte conjunto de critérios:

  • Classificação da licenciatura ou distinto grau académico;
  • Currículo profissional, relevando-se a experiência no âmbito da administração pública;
  • Apoio de candidatura pela instituição empregadora.

Propina

€1.050,00

 

Horário

Brevemente

 

*o planeamento pode/ deve ser ajustado com base no perfil e/ou das necessidades de formação dos formandos.
A UMinhoExec reserva-se ao direito de não iniciar a formação nas datas previstas, caso não exista um mínimo de 15 formandos.

 

Local da Formação

 

Detalhes do Curso

  • Sessões de Formação 12
  • Avaliações 0
  • Duração 54 horas
  • Habilitações Licenciatura ou Equivalente Legal
  • Língua Português
  • Formandos 1
  • Critérios de avaliação Sim
Professor Catedrático da Universidade de Aveiro no Departamento de Economia, Gestão e Engenharia Industrial Categoria com Agregação em Engenharia Eletrotécnica e dos Computadores pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto em 1998. Doutoramento em Engenharia Eletrotécnica e dos Computadores pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto em 1983. Licenciado em Engenharia Eletrotécnica pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto em 1973; Domínios de Investigação Gestão da Inovação, da Tecnologia e do Conhecimento; Gestão das Operações e Operações em Serviços; Supply Chain Management; Management/Gestão; Sistemas Energéticos Sustentáveis, Eficiência Energética; Desenvolvimento Económico Sustentável Atividades de Investigação/Outras Funções Responsável pelo GOVCOPP - Governança, Competitividade e Política Públicas, unidade de investigação da Universidade de Aveiro desde outubro de 2009. Diretor do Mestrado em Sistemas Energéticos Sustentáveis desde junho de 2009 e Diretor dos Cursos de Formação Avançada em Eficiência Energética e Energias Renováveis, em Gestão para Executivos e Gestão da Tecnologia, Inovação e Conhecimento, desde junho de 2007. Doutorou nos últimos três anos oito investigadores e orientou com êxito mais de vinte dissertações de mestrado. Administrador da GALP, SGPS, não executivo, desde 2008. Vogal do Conselho Executivo da FCCN - Fundação para a Computação Científica Nacional, de abril de 1997 a fevereiro de 2008. Vice-Presidente do Conselho de Administração da AdI, Agência de Inovação, de dezembro de 2002 a julho de 2005.
Vice-Presidente do Conselho Geral e Vogal da Direção da CIP. Mestre em Gestão e Negócios, Licenciado em Gestão Financeira e Fiscal, é atualmente Vice-Presidente da AEP – Associação Empresarial de Portugal. É Diretor Geral do IET – Instituto Empresarial do Tâmega, Presidente Assembleia Geral do CETS – Conselho Empresarial do Tâmega e Sousa, do qual foi presidente da Direção e fundador. Foi também Presidente da Direção da AEA – Associação Empresarial de Amarante. É empresário e foi administrador de empresas. Foi professor de Economia e Gestão e Vice-Presidente da Direção da Escola Profissional António do Lago Cerqueira. Foi e continua a ser coordenador de vários projetos e estudos.
É membro do Departamento de Economia da Universidade do Minho e membro do Interdisciplinary Centre of Social Sciences – Pólo UMinho. É vogal da direção do Mestrado de Economia Social (MES). Foi diretora do MES e do Núcleo de Investigação em Economia Europeia, Industrial e Internacional. É Vice-Presidente da Assembleia Geral da APHES. É stakehokder de projecto do Economic Outcomes Flowing from the Reolutionary and Napoleonic Wars 1793-1815, Patrick O´Brien (Coordenador), London School of Economics, Londres. Investigadora e responsável dos projectos PTDC/HIS- HIS/118984/2010, POCTI/HAR/59281/2004 e POCTI/HEC/59348/2004. Foi Presidente da Economic, Business Historical Society, EUA. Orientou 3 teses de doutoramento e várias teses de mestrado. É orientadora do Pós-Doutoramento de Rodrigo da Costa Dominguez. O Marco dos Navios e o seu contributo para o sistema fiscal durante o Erário Régio (1761- 1833). Participou em júris de doutoramento e de mestrado. Colabora como refree no país e no estrangeiro.
Professora de Comunicação Estratégica e Publicidade da Universidade do Minho. Pesquisadora do Centro de Pesquisa de Comunicação e Sociedade. CEO de comunicação B +, empresa de publicidade. Fundadora do Be True, programa B + para a esfera social. Trabalha como profissional de publicidade em áreas estratégicas e criativas, desde 1989. Em 1993 tornou-se diretora criativa. Em 2002 lançou sua própria empresa de publicidade. Nomeada Embaixadora em Empreendedorismo Feminino (Comissão Europeia) 2010-2013. Membro do conselho de administração de Bagos d'Ouro, uma organização portuguesa sem fins lucrativos. Membro do conselho da ADDICT - agência para o setor criativo 2015-2017.
Licenciado em Ciência Política. Master em Comunicação e Marketing Político, Universidade de Santiago de Compostela (USC). Doutorando em Processos Políticos Contemporâneos. Consultor sénior de comunicação com 37 anos de experiência em comunicação municipal. Docente Universitário no ISMAI e Universidade do Minho. Diretor geral da empresa Omnisinal – Communication e da ESJ- Escola de Jornalismo do Porto. Autor de alguns livros, com destaque para “Processo Mediático do Metro do Porto”, edições Afrontamento; “Bernardino Machado um Homem Livre”, edições Afrontamento; “Governar é Comunicar”, edições Omnisinal; “Mil Quilómetros Pelos Caminhos de Santiago”, edições Omnisinal; “Como Gerir Bem a sua Autarquia” edições Omnisinal.
Professora Convidada da empresa Culture Trip. Gestora de Parcerias na Culture Trip - Website (app e revista) líder de mercado nas areas de viagens, cultura e entretenimento. Colaborou, anteriormente, com várias empresas, como Market Manager, das quais destacamos a Voyage Prive, a EC Travel e a Vista DMC. Estudou na Universidade do Minho, aquando do Mestrado de Marketing e Gestão Estratégica e, posteriormente, fez parte do grupo de Professores dos Cursos de Negociação e Protocolo Empresarial e Marketing Hoteleiro e Promoção de Destinos."